Com expectativa de grandes combates, Mundial da CBJJD acontece neste sábado (24); saiba mais

postado em: Notícias | 0

A segunda etapa do ranking da CBJJD promete ser ainda mais agitada, principalmente pelo fato dos atletas estarem buscando o título ao fim do circuito e, por consequência, a premiação mais desejada que é a passagem para o Mundial de Abu Dhabi, em 2017. Nesse ritmo, o Campeonato Mundial da CBJJD acontece neste sábado (24), no Clube Municipal, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

Grandes equipes estão na disputa e vão entrar com o que tem de melhor no evento. GFTeam, Infight, Equipe Behring e Team Nogueira são quatro das mais importantes que estarão almejando colocar o seu nome no lugar mais alto do pódio. Para Júlio César, líder da GFTeam, as premiações aumentam a disputa e elevam o nível da competição.

* Líderes da Infight e Team Nogueira prometem equipes fortes e busca pela classificação geral; confira

952x635

Campeonato Mundia, mais uma vez, terá a participação das crianças no evento (Foto Flash Sport)

“Com certeza, isso aumenta bastante a representatividade da equipe no Mundial de Abu Dhabi. E, desta forma, fica até uma briga boa de quem tem mais luta, de quem conseguiu finalizar, é muito bacana essa disputa toda”, comentou o treinador.

* Líder da GFTeam destaca importância das premiações de FJJD-Rio e CBJJD: ‘Maior motivação’

As categorias acontecem no infantil, juvenil, adulto e master para homens e mulheres, com a expectativa, mais uma vez, de duelos e combates de alto nível técnico. Um das atrações que mais anima o público é o Aquecimento Kids, uma ideia de CBJJD e FJJD-Rio, que tem se tornado tradição nos eventos. As crianças fazem atividades lúdicas, brincam e depois competem, somando pontos para suas equipes. Márcio de Deus, líder de projeto social na comunidade Cidade de Deus, explicou a importância desta atitude.

* Líder da Equipe Behring lamenta ‘desfalques’, mas projeta bom papel no Mundial da CBJJD; confira

“Primeiro é a disciplina, que é muito importante, e a flexibilidade das crianças também acaba aumentando. Então, o Jiu-Jitsu também surge para as crinaças como uma oportunidade de competir, valorizando. Nós, por exemplo, temos muitas crianças de comunidade e tiramos de coisas erradas, focando somente nisso”, disse Márcio de Deus.

Vale ressaltar, que essa é a única etapa – das três do ranking da CBJJD – que não tem disputas sem quimono. No Campeonato Sul-Americano, em dezembro, etapa que fecha o ranking, os duelos voltam a ser disputados.

Confira mais sobre no cronograma do Mundial da CBJJD: http://migre.me/v2Nq4

Deixe uma resposta